MEC realiza consulta pública para criação de universidade indígena
09/07/2024 10:15 em Educação

Foreeia está à frente das articulações e formação da comissão. Os seminários serão realizados em Manaus, Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira, a partir do dia 22 de julho

 

O Fórum de Educação Escolar e Saúde Indígena do Amazonas (Foreeia) está à frente das articulações junto ao Ministério da Educação (MEC) na criação da primeira Universidade Indígena do estado. As consultas públicas começam no dia 22 de julho, em Manaus.

 

A iniciativa faz parte das ações do Grupo de Trabalho instituído pela Portaria n° 350, de 15 de abril. A presidente do Fórum, a professora indígena, Alva Rosa Tukano, informou que serão feitos 3 seminários para escuta aos povos indígenas e que os municípios escolhidos são: Manaus no dia 22 de julho, Tabatinga no dia 25 de julho e São Gabriel da Cachoeira no dia 29.

 

“Somos responsáveis pela articulação do Amazonas na luta. São 3 seminários e somos responsáveis pelos convidados e por fazer uma comissão organizadora”, disse Rosa Tukano.

 

Conforme divulgado pelo MEC, a Universidade Indígena, multicampi ou polo é uma demanda antiga dos povos indígenas e que o pedido foi apresentado nas Conferências Nacionais de Educação Escolar Indígena (I e II Coneei), realizadas em 2009 e 2018.

 

As consultas públicas com os povos originários serão realizadas em todas as regiões do Brasil entre os dias 5 de julho e 11 de setembro de 2024.

 

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Amazonas é o estado com maior população indígena do país, sendo 490,9 mil pessoas. A escolha do MEC apontou para os três municípios com maior número de indígenas com base em 2022, Manaus com 71,7 mil, São Gabriel da Cachoeira com 48,3 mil e Tabatinga com 34,5 mil.

 

A estudante e coordenadora do Movimento dos Estudantes Indígenas do Amazonas (Meiam), Isabel Cristine Munduruku, confirmou a participação dos discentes nas consultas públicas.

 

Fachada MEC (Foto: Angelo Miguel/MEC)

Por: Emile de Souza / politica@acritica.com

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!